Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Continuando este desafio das 100 perguntas para auto-conhecimento, a próxima pede-me para identificar os meus medos e como os ultrapasso.

Medos são muitos e mal definidos por isso, não sei bem do que tenho medo mas acho que todos resultam de um medo maior. O de falhar. Tenho tanto medo aos falhanços colossais como aos mais pequenos do dia a dia. Qualquer pequeno projecto diário, nem que seja dar um pulo ao supermercado, enche-me de ansiedade pelas possibilidades que traz de falha. Há umas semanas decidi fazer uns presentes de Natal manuais mas desisti poucos dias depois porque sabia que não iam sair bem. No ano passado, enquanto estive em casa, decidi comprar um pequeno kit de crochet para começar a fazer vendo vídeos de Youtube. Tentei fazer, e fiz!, mas entendi que qualquer coisa estava mal e deixei de lado. Ainda tenho o kit comigo e todos os dias penso em retomar.

- Mas não vale a pena... Não tens jeito, vai sair tudo mal. - diz o meu diabinho

Não sei como ultrapassar os medos de uma forma prática. Nem consigo perceber se o faço ou simplesmente fujo de fazer as coisas para evitar os fiascos.

Noto que hoje em dia tento concentrar-me e ter consciência de quando isto acontece. De quando fujo para não falhar. É a única forma de viver. Também sei que este medo veio diminuindo ao longo do tempo.

Tenho outros medos, acho que são medos, mas que afectam a minha vida de uma forma mais pessoal. E sei que desses tenho fugido toda a vida.

A vida está para além do medo e isso mete medo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De Carlos a 05.12.2017 às 11:29

Eu acho que tens mais é que os enfrentar!
Vai em frente, mesmo se der medo, parece que vives presa por detrás de grades que apenas os teus olhos vêem!
Arrisca...pelo menos uma vez e vais ver que afinal não vale a pena ter medo!
Beijinho.
Imagem de perfil

De ipgines a 05.12.2017 às 11:51

Engraçado que ontem pensei muito nas vezes que arrisquei no passado e não correram bem.
Tenho tido uns anos azarados para ser sincera. Eu arriscar, arrisco, mas quando as coisas não correm bem, questiono sempre a minha capacidade de análise das situações.
O post está um pouco negativo :) mas reflecte a mente de uma menina ansiosa
Obrigada pelo comentário

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.