Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tenho medo de deixar os outros chegarem-se a mim. O porquê não sei.

Sempre sofri disto. Sejam amigos, familiares ou rapazes que querem algo mais. Chega uma altura em que não aguento mais e, normalmente, essa altura é quando as relações passam a um nível mais íntimo e se esperam partilhas, confidências e uma espécie de rito de passagem que torna aquelas relações oficiais, mais vincadas e para a vida.

Lembro-me de ser uma miúda confiante na primária. Era alta para a idade, com favolas direitinhas e era, o que hoje considero em retrospectiva, irritante. Um dia perguntei aos miúdos e miúdas quase todos se eram meus amigos e fiquei felicíssima porque achei que todos me adoravam... 

Toda esta confiança esvoaçou com a puberdade e a acne e o aspecto de rapazola que fui adoptando. E a timidez tomou o lugar. E daí pouco me quis dar com pessoas, fui alvo de bullying e criei uma imagem de mim que não era real. A de que não sou interessante. Não haveria razão para alguém querer ser meu amigo. Nenhum rapaz se interessava por uma "maria-rapaz" com acne e eu não tinha conversas sobre rapazes para partilhar.

Com o tempo só me escondi mais na minha timidez e afastei-me quase totalmente do mundo normal.

Aos poucos estou a libertar-me e a abraçar esta minha faceta mais positiva e a entender o meu lugar no mundo. Este medo de intimidade não é, portanto, só daquela física, mas principalmente da emocional.

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

De @sem-espinhas a 28.12.2017 às 19:10

Pensa principalmente em ti e no teu bem estar...isso atrai só coisas boas
Imagem de perfil

De Sérgio Ambrósio a 28.12.2017 às 21:10

Às vezes precisamos só de arriscar um pouquinho mais
Imagem de perfil

De Robinson Kanes a 02.01.2018 às 15:50

Estás a ir pelo bom caminho e isso é positivo. Mal ou bem, valorizamos muito o que os outros pensam de nós (e tem também a sua importância), mas levado ao extremo tem consequências nefastas... Por norma, pessoas mais felizes não se importam muito com aquilo que os outros pensam das mesmas.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.