Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Outra Face da Lua

A Outra Face da Lua

16
Dez17

... e memórias negativas?

ipgines

Uma memória negativa que me lembre e o que aprendi com ela.

 

Como disse anteriormente, memórias são vagas e as que tenho com certeza me marcaram, caso contrário não as tinha retido. Se aprendi alguma coisa com elas é que já não sei.

 

Sempre fui emotiva e quando era mais nova agia por impulso. Na escola preparatória havia um grupo de rapazes na minha turma que sentiam prazer em me atormentar. Um, com uma alcunha nojenta que nem vou reproduzir, chegava-se a mim e passava a mão no meu cabelo repetidamente. A única reacção que conseguia ter era pontapeá-lo. Mas ele fazia pior. E eu irritava-me ainda mais. Não era muito inteligente da minha parte mas inteligência nunca me correu nas veias. Guardava muita raiva e só a sabia expressar assim.

 

Outra memória que tenho, mais recente, foi, provavelmente, a que mais me tem marcado e com a qual, com toda a certeza, aprendi. Se, com 11 anos pontapeava rapazes por impulso, aos 27 abri a boca para contar um boato que ouvi. Mas contei-o à pessoa errada que espalhou a palavra. Ainda hoje me sinto terrivelmente culpada por algum mal que tenha causado embora as pessoas envolvidas terem continuado uma vida normal. A aprednizagem parece-me óbvia. Desde então que me deixo estar no meu lugar e nem me envolvo na vida dos outros nem tenho nada a ver com o que os outros fazem.

4 comentários

Comentar post